Local de pouso da Chang’e-4 é batizado de “Statio Tianhe”

A União Astronômica Internacional já aprovou o nome, assim como o de três crateras e uma montanha localizadas nas proximidades

O local em que a sonda chinesa Chang’e-4 pousou no lado oculto da Lua, no início do ano, foi batizado de “Statio Tianhe”, de acordo com Liu Jizhong, diretor do Centro de Exploração Lunar e de Engenharia Espacial da China, ligado a Administração Nacional Aeroespacial da China (CNSA, em inglês). Ele ainda revelou que o nome do local, junto com os nomes de outras três crateras e uma montanha nas proximidades, foi aprovado pela União Astronômica Internacional (IAU, em inglês).

“Tianhe” é a palavra chinesa para “Via Láctea”, e “Statio” significa “base” em latim. As três crateras foram batizadas de “Zhinyu”, “Hegu” e “Tianjin”, que são três das 28 constelações da astrologia tradicional chinesa. A montanha, por sua vez, foi denominada como Mons Tai, assim como a Montanha Tai, uma montanha na China que tem grande importância histórica e cultural.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.