Investimentos chineses no Brasil somam US$ 66 bilhões entre 2007 e 2020

Nação recebeu 47% do capital do país asiático na América do Sul

O Brasil recebeu cerca de US$ 66,1 bilhões em investimentos de empresas chinesas entre 2007 e 2020, de acordo com uma pesquisa divulgada pelo Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) na última semana.

O levantamento aponta que o valor foi dividido em 176 empreendimentos no território nacional durante o período de 14 anos, o que representa 47% dos investimentos chineses na América do Sul.

De acordo com Tulio Cariello, Diretor de Conteúdo e Pesquisa do CEBC, o Brasil se destaca por possuir uma série de atrativos que confluem com os interesses do investimento chinês no exterior, como na exploração de recursos naturais, além de apresentar um parque industrial relativamente avançado.

“O Brasil também tem uma grande atratividade para investimentos externos na área de energia elétrica”, ressalta Cariello. “A China entrou com muita força nesse setor nos últimos anos, porque os dois países possuem características similares na área. Assim como no Brasil, as grandes usinas estão no centro da China e eles precisam levar a energia até as regiões mais ricas”, ele complementa.

Ainda segundo a pesquisa, 48% do valor dos investimentos no período estudado foram direcionados à energia elétrica. O setor também se destacou na análise de número de projetos confirmados, representando 31% do total.

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.