Internautas arrecadam mais de 45 milhões de yuans para proteger a Grande Muralha

A campanha de financiamento coletivo lançada pela Fundação Chinesa para a Conservação do Patrimônio Cultural contou com a participação de 360 mil pessoas

Cerca de 360 mil internautas já doaram mais de 45 milhões de yuans (US$ 6,54 milhões) nos últimos três anos para renovar e reparar a Grande Muralha. O dinheiro foi arrecadado por meio de uma campanha de financiamento coletivo que foi iniciada pela Fundação Chinesa para a Conservação do Patrimônio Cultural em setembro de 2016, pelo que informou o jornal Beijing Daily.

A organização, que é supervisionada pela Administração Nacional do Patrimônio Cultural, também contou com a colaboração offline da Fundação Tencent, uma plataforma filantrópica da empresa de tecnologia Tencent. De acordo com o site de angariação de fundos, os recursos foram usados para reparar seções em Pequim e nas províncias de Hebei e Shanxi.

Esta é a primeira vez que a China advoga que as forças sociais participem da proteção da Grande Muralha por meio de financiamento coletivo online, segundo o jornal. Os organizadores esperam que a campanha aumente a conscientização sobre as ameaças enfrentadas pela Grande Muralha.

A Grande Muralha está na lista do Patrimônio Mundial da Unesco, e consiste numa série de muralhas interligadas que atravessa 15 províncias e cidades do país. Devido à destruição humana e intemperismo natural, algumas partes da Grande Muralha foram danificadas ou entraram em colapso e precisam urgentemente de renovação.

Além disso, a fundação criou na última terça-feira (9) duas bases de pesquisa para a proteção da Grande Muralha na seção de Badaling, em Pequim, e na seção de Jinshanling, em Hebei, para ajudar o público a conhecer mais sobre a história da muralha e as dificuldades em preservá-la.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.