Inteligência artificial chinesa ajuda no tratamento de pacientes com AVC

Novidade é capaz de reduzir tempo de geração de imagens médicas necessárias para pré-operatório

Um sistema de inteligência artificial (IA) recentemente adotado pelo Hospital Tiantan de Pequim pode ajudar o tratamento de pacientes que sofrem de derrame isquêmico. O iStroke, foi desenvolvido pela BioMind, uma empresa de IA que oferece soluções em imagens médicas.

O programa pode reduzir bastante o tempo de geração de imagens e encurtar o tempo de tomada de decisão pré-operatória, fornecendo análises automáticas de imagem rápida e precisa.

Portanto, o prazo terapêutico para acidente vascular cerebral isquêmico pode ser estendido de seis para 24 horas, disse Miao Zhongrong, diretor do centro de neurorradiologia intervencionista do hospital.

O uso generalizado do sistema de IA para derrame isquêmico na China pode melhorar muito o nível de tratamento e a capacidade das instituições médicas de tratar infarto cerebral agudo, contribuindo assim para um melhor prognóstico e baixa incapacidade dos pacientes, disse Wang Yongjun, presidente do hospital.

De acordo com especialistas, o acidente vascular cerebral isquêmico é um tipo de doença cerebrovascular. Para os pacientes com essa doença, o tempo é essencial. Cada minuto de atraso no tratamento está relacionado à perda de milhões de células cerebrais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.