Indústria de aviação da China registra grandes perdas em meio à epidemia

Volume de passageiros caiu 84,5% em relação ao mesmo período do ano passado

A indústria de aviação civil chinesa sofreu grandes perdas em fevereiro por causa do novo coronavírus. Segundo a Administração de Aviação Civil da China (AACC), o setor registrou perdas de 24,59 bilhões de yuans (o equivalente a US$3,53 bilhões) no mês passado.

O volume de passageiros foi de 8,34 milhões de viagens, caindo 84,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto isso, o volume de transporte aéreo recuou 73,9% em termos anuais para 2,52 bilhões de toneladas-quilômetro. O volume de carga e correio ficou em 297 mil toneladas, uma queda de 21% em relação ao ano passado.

A China lançou uma série de políticas fiscais, incluindo descontos de impostos, para reduzir os riscos de negócios enfrentados pelas empresas do setor. “As autoridades da aviação civil prestarão muita atenção à atual epidemia e garantirão a implementação de políticas preferenciais em uma tentativa de mitigar o impacto da epidemia no setor de transporte aéreo”, assinalou Zhang Qing, funcionário da AACC.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.