Indústria da animação chinesa busca crescer em mercado internacional

O valor de mercado dessa indústria atingiu 153,6 bilhões de yuans em 2017 e deve chegar a 200 bilhões de yuans até 2020

Boonie Bears, animação chinesa disponível em mais de 80 países

As companhias de animação da China estão em busca de um mercado mundial maior, melhorando a sua indústria por meio da produção de imagens de marca distintiva e conceitos estéticos reconhecíveis da cultura chinesa, segundo informações publicadas no China Daily.

O jornal afirma que, na República da Coreia, as pessoas poderão assistir a famosa série de animação chinesa “Boonie Bears”, produzida pela Fantawild Animation. Essa é a primeira vez que a marca da Fantawild entrou na Coreia. Atualmente o “Boonie Bears” está disponível em mais de 80 países em diversas plataformas incluindo Disney, Sony, Netflix e Discovery Kids.

Além disso, a Haoliners Animation League, com sede em Xangai, já exportou duas das suas séries populares para o Japão, além de ter criado um filme animado em conjunto com uma companhia japonesa.

Os sinais de que as companhias de animação chinesa estão explorando um mercado exterior maior podem ser vistos no número crescente do valor de mercado e em seus esforços para construir a imagem da marca da animação chinesa. Em 2017, o valor de mercado da indústria de animação e cartoon da China atingiu 153,6 bilhões de yuans (US$ 22,2 bilhões) e até 2020 ele deverá superar os 200 bilhões de yuans, segundo a empresa de consultoria iResearch.

Song Lei, diretor do departamento de consulta e planejamento do Centro Nacional de Pesquisa Criativa e Desenvolvimento de Animação, disse que com a formação gradual da imagem de marca e conceitos estéticos de animação chinesa e mais peças e animadores indo ao exterior, as companhias chinesas precisam descobrir um símbolo reconhecível de sua animação.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.