Impacto da COVID-19 no consumo da China é “controlável”, diz ministério

Números mostram que retomada dos negócios está acelerada

O Ministério do Comércio da China informou, nesta quinta-feira, que o impacto do surto do novo coronavírus no consumo do país é de curta duração e controlável. Os números apontam que a retomada dos negócios já acelerou.

No domingo, 97% dos mercados atacadistas de grandes produtores agrícolas já estavam abertos, enquanto a taxa de retomada do trabalho dos grandes supermercados atingiu 96%, seguida por 94% dos mercados de vegetais e 90% dos centros comerciais, mostrou uma pesquisa da pasta.

A média diária de vendas de 1.000 empresas varejistas monitoradas pela pasta aumentou 5,6% no fim de fevereiro em relação aos segundos 10 dias de fevereiro, e aumentou 0,5% nos primeiros 10 dias de março e 0,8% nos segundos 10 dias de março, disse a pasta.

O consumo interno tende a acelerar continuamente, juntamente com a restauração da produção e a ordem da vida cotidiana, disse a pasta.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.