Huawei vai abrir sistemas para mostrar que não representa risco de segurança

Empresa chinesa anunciou disponibilidade para ser vistoriada e responder à pressões políticas estrangeiras

A Huawei divulgou seu plano de revelar detalhes de sua tecnologia com o intuito de mostrar que não representa nenhum risco de segurança aos países estrangeiros.

“Vamos abrir nossos sistemas, estamos disponíveis para sermos vistoriados e respondermos a toda esta pressão política”, afirmou Luigi De Vecchis, diretor da subsidiária italiana da companhia chinesa.

Durante a cerimônia de abertura de um centro de cibersegurança do grupo em Roma, Luigi falou sobre recentes acusações dos EUA sobre a empresa chinesa representar um risco de segurança.

“Não tenho palavras para dizer que um país do tamanho dos EUA ataque outro por meio da destruição, via acusações sem fundamento, de uma companhia deste país”, disse o diretor italiano.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.