Huawei adere ao “Apelo de Paris”

Com isso, a gigante chinesa da tecnologia torna público o seu compromisso com a segurança no ciberespaço

A gigante chinesa da tecnologia Huawei aderiu ao “Apelo de Paris”, uma declaração com o objetivo de inspirar ações coletivas por mais segurança no ciberespaço. Dessa forma, a empresa se une a 564 outras entidades que tornaram público o seu compromisso em reforçar a segurança de produtos e sistemas digitais. O grupo conta com 67 estados, 139 organizações internacionais e cíveis e 358 companhias do setor privado.

O “Apelo de Paris”, que foi anunciado pelo governo francês em novembro de 2018, é uma declaração de compromisso em trabalhar de forma colaborativa em um dos assuntos mais desafiadores do mundo: a segurança no ciberespaço. Os membros atuam em conjunto para tornar os produtos digitais mais seguros, reforçar a defesa coletiva contra cibercrimes e promover cooperação entre stakeholders através das fronteiras nacionais, além de terem se comprometido a seguir normas internacionais de comportamento responsável no ciberespaço.

A Huawei, que é líder em fornecer informações e tecnologias de comunicação, vem investindo fortemente em pesquisas para deixar os seus produtos e soluções o mais seguro possível. “A busca por melhor segurança serve de base para nossa existência”, afirmou John Suffolk, Executivo Global de Cibersegurança & Privacidade da Huawei.

Em 2019, a Huawei manteve-se numa trajetória de crescimento contínuo, graças aos bons resultados em suas diversas áreas de atuação. Atualmente ela ocupa a 61ª posição do prestigiado ranking Fortune Global 500. Como membro do “Apelo de Paris”, ela advogará pela adoção universal de testes de segurança objetivos e verificação de padrões para todos os fornecedores de tecnologia.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.