Hospital chinês usa realidade virtual em treinamento para cirurgias cardíacas

Com o equipamento, os usuários conseguem uma visão 360° do “coração do paciente” e podem interagir com algumas funções virtuais

O Hospital Fuwai, em Pequim, está promovendo o uso da tecnologia de realidade virtual (VR) para auxiliar no treinamento de cirurgias cardíacas. Pesquisadores do hospital, que é subordinado à Academia Chinesa de Ciências Médicas, construíram um modelo 3D de coração com imagens típicas do CT de pacientes com doenças cardíacas. Eles direcionaram o modelo 3D para um display montado na cabeça por meio de um software de VR desenvolvido por uma companhia de Hangzhou.

Os usuários, equipados com fones e um controlador de movimento, conseguem não apenas uma visão 360° da estrutura anatômica do coração do paciente, como também podem interagir com algumas funções virtuais. No ano passado, 18 médicos do hospital participaram de um programa de treinamento de VR de 10 meses.

“As imagens de RV parecem mais vívidas em relação às fotos impressas ou em computadores”, disse Zhong Zhaoji (33 anos), participante do programa de treinamento. “O sistema me permitiu observar todas as partes envolvidas, experimentar o corte virtual, e até deslocar o coração 3D.”

Fan Hongguang, cirurgião cardíaco e chefe do programa, disse que não é fácil ter um entendimento claro da estrutura do coração e da sua relação com os outros órgãos, mas que é fundamental para a realização de uma cirurgia. Ele acrescentou que algumas deformações vistas em doenças cardíacas congênitas severas frequentemente confundem os novos cirurgiões e que acredita que o sistema de VR pode ajudar os jovens médicos a dominar o processo cirúrgico mais rapidamente.

Os próximos passos dos pesquisadores e especialistas consistem numa maior promoção da tecnologia, no enriquecimento dos cursos de treinamento e no estabelecimento de uma plataforma cirúrgica com suporte VR. O Hospital Fuwai é líder na China em doenças cardiovasculares, e realiza mais de 10 mil cirurgias todos os anos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.