Guangdong recebe a maior feira comercial da China

Dividida em três fases, essa edição da feira tem como destaque as importações, seguindo a tendência de abertura do mercado interno do país

Guangzhou, capital da província chinesa de Guangdong, está realizando nesta semana a maior feira comercial do país: a Feira de Importações e Exportações da China. Também conhecida como Feira de Cantão, ela é considerada um barômetro do comércio exterior da China e nessa edição, atraiu um número maior de empresas importadoras. O porta-voz do evento, Xu Bing, afirmou que esse ano as importações são o destaque da feira comercial, uma vez que o país busca abrir mais o mercado interno.

A área de exposição importadora da feira conta com cerca de mil estandes, de 636 empresas (19 a mais que na edição anterior do evento) provenientes de 34 países e regiões. As empresas provenientes de países e regiões ao longo do Cinturão e Rota representam um total de 60% das participantes na exposição importadora.

Nos primeiros nove meses, o comércio exterior da China permaneceu estável com uma estrutura aprimorada. De acordo com a Administração Geral das Alfândegas, de janeiro a setembro o comércio exterior chegou a 22,28 trilhões de yuans (US$ 3,2 trilhões), com um crescimento de 9,9% em relação ao mesmo período no ano anterior. As exportações aumentaram 6,5%, chegando a 11,86 trilhões de yuans, e as importações tiveram crescimento de 14,1%, indo para 10,42 trilhões de yuans. Dessa forma, o superávit comercial foi de 1,44 trilhão de yuans.

A feira ainda contará com a participação mais de 25,5 mil empresas chinesas, sendo que essa primeira fase, que mostrará produtos como eletrônicos, eletrodomésticos e equipamentos mecânicos, irá até sexta-feira (19). A segunda fase será realizada entre os dias 23 e 27 de outubro, e a terceira, entre os dias 31 de outubro e 4 de novembro.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.