Grande Muralha da China reabre parcialmente ao público

Visitantes deverão medir temperatura corporal antes de entrar no patrimônio

Depois de ter sido fechado por quase dois meses por conta do novo coronavírus, o famoso trecho de Badaling da Grande Muralha da China, localizado em Pequim, reabriu parcialmente ao público nesta terça-feira.

Haverá um limite diário de visitantes, que deverão registrar suas informações pessoais para obter um código de saúde. Além disso, eles serão submetidos a uma verificação da temperatura corporal na entrada.

Uma rota circular unidirecional foi projetada para evitar aglomerações. O teleférico, o Museu da Grande Muralha e as ruínas antigas permanecem fechadas.

A seção de Badaling é a mais popular da Grande Muralha, tendo recebido mais de 9,9 milhões de visitantes em 2018.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.