Grande Área da Baía cria base para inovação

A China vem investindo no desenvolvimento da região no sul do país para torna-la um centro internacional de inovação e tecnologia

Andy Ng, natural de Hong Kong, ficou surpreso quando seu escritório compartilhado Timetable foi completamente alugado apenas seis meses depois de entrar em operação em Guangzhou, capital da província de Guangdong. Ele ainda estudava economia na Universidade da Cidade de Hong Kong quando estabeleceu seu primeiro negócio: desenvolver uma plataforma de educação online. Ng logo descobriu que o mercado de Hong Kong era pequeno demais, então decidiu fazer um mestrado no Reino Unido e quando voltou para a China, escolheu Guangzhou como sua nova base.

O Timetable está acumulando popularidade e até fãs no site Dianping.com, um importante guia online para o consumidor na China. Ng diz se sentir afortunado pelo fato de o seu negócio ter coincidido com a implementação do plano de desenvolvimento da Grande Área da Baía (GAB) Guangdong-Hong Kong-Macau. A área abrange 56 mil km², é composta por Hong Kong, Macau e nove cidades da província de Guangdong, e tinha uma população total de cerca de 70 milhões de habitantes no final de 2017, sendo uma das regiões mais abertas e dinâmicas na China.

Em julho de 2017, um acordo-quadro pelo desenvolvimento da GAB foi assinado e em 18 de fevereiro deste ano, a China emitiu o mais específico Esboço do Plano de Desenvolvimento para a Grande Área da Baía Guangdong-Hong Kong-Macau. Um dos principais objetivos do plano é transformar a área em um centro internacional de inovação e tecnologia. Ele propõe que recursos de inovação e empreendedorismo sejam compartilhados na GAB para fornecer mais oportunidades para os empresários jovens de Hong Kong e Macau.

O Timetable é uma base de startup da Associação Guangzhou Tianhe para Jovens de Hong Kong e Macau e, desde seu estabelecimento em outubro de 2017, já ajudou 65 empresas fundadas por jovens de Hong Kong e Macau. A associação e suas quatro bases oferecem uma série de serviços que variam de treinamento e registro à consulta legal, revela Chen Jingzhan, um dos seus fundadores.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.