Governo chinês lança plano para promover a literatura clássica

O programa inclui recitais, oficinas de redação, palestras e exibições sobre os livros clássicos do país

Um plano para promover os clássicos chineses foi divulgado pelo Ministério da Educação Estatal para Assuntos Linguísticos da China. O país pretende estabelecer bases para realizar atividades como recitais, oficinas de redação, palestras e exibições para popularizar os livros clássicos chineses e impulsionar sua pesquisa e ensino.

O programa pede que os professores tanto de escolas primárias quanto de escolas secundárias, façam parte de sessões de treinamento para recitar, escrever e ensinar os clássicos chineses a seus alunos. Ele também propõe lições sistematizadas e livros escolares de clássicos chineses, enfatizando a necessidade de desenvolvê-los para as diferentes séries, sendo que as lições também devem servir a diversas áreas.

Grupos de estudos dos clássicos chineses e reuniões para que tais estudos recebam uma energia social positiva também são estimulados, uma vez que tais livros são uma parte importante da cultura do país. Nas diretrizes sobre a preservação e desenvolvimento da cultura tradicional que o governo central da China divulgou em 2017, estudar os clássicos já havia sido listado como uma tarefa importante.


Fonte: Xinhua

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.