Governo chinês anuncia corte de tarifas de importação

Em meio à guerra comercial com os EUA, as tarifas sobre maquinário, equipamentos elétricos e têxteis serão reduzidas

Enquanto se prepara para uma intensificação da guerra comercial que vem travando com os Estados Unidos, o governo chinês anunciou planos para cortar as tarifas de importação de diversos produtos de áreas como maquinário, equipamentos elétricos e têxteis. As tarifas devem ser reduzidas a partir do dia 1° de novembro, de acordo com o gabinete estatal.

Essa medida faz parte do plano de ação do governo da China para aumentar as importações ainda em 2018, sendo que no total, mais de 1,5 mil produtos terão seus custos reduzidos, tanto para os consumidores quanto para as empresas. O gabinete estatal afirmou que apenas esse ano, serão cortados cerca de 60 bilhões de yuans em tarifas.

As taxas médias sobre máquinas e equipamentos elétricos (que são algumas das de maior valor, entre as importações da China) serão reduzidas em quase um terço, indo de 12,2% para 8,8%. As tarifas de produtos têxteis e materiais de construção, por sua vez, irão de 11,5% para 8,4%, enquanto a sobre produtos de papel irá de 6,6% para 5,4%.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.