Flores-cadáver, em perigo de extinção, dão sementes no Jardim Botânico Nacional da China

Espécie nativa da Indonésia é conhecida pelo nome por causa do seu cheiro

Xinhua

Duas flores-cadáver deram sementes no Jardim Botânico Nacional da China, em Beijing, marcando a primeira semente das espécies ameaçadas de extinção no país. As flores floresceram em julho, a primeira “floração em grupo” das espécies através de cultivo artificial em todo o mundo.

A espécie, oficialmente conhecida como Amorphophallus titanum, é nativa da Indonésia. Ela é conhecida como uma flor-cadáver do infame cheiro de podridão, que a ajuda a atrair polinizadores quando está em floração. A equipe do jardim dissecou os frutos e encontrou embriões aparentes em agosto. Os frutos cresceram rapidamente desde então.

Recentemente, os profissionais dissecaram mais uma vez os frutos e descobriram que as sementes já tinham tomado forma, separadas da polpa, com as camadas formadas. A atividade frutífera representa o alto nível de cultivo e conservação no Jardim Botânico Nacional da China e é de grande importância para a conservação desta espécie ameaçada de extinção.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.