Festival Cultural de Portugal 2019 tem início no Museu do Palácio

Com programação para um ano de atividades, o evento celebra os 40 anos de relações diplomáticas entre China e Portugal

O embaixador de Portugal em Pequim anunciou a inauguração do “Festival Cultural de Portugal 2019” para celebrar o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e China. A cerimônia de abertura aconteceu no dia 4 de março no Museu do Palácio, que também é conhecido como Cidade Proibida.

O festival é um programa de um ano de duração que consiste de uma série de atividades culturais que abrangem música folclórica e clássica, cinema, literatura e exibições. Talentosos artistas, performers e trupes de ambos os países estarão envolvidos nas atividades.

Para introduzir o festival, José Augusto Duarte, embaixador de Portugal na China, disse: “Tanto Portugal quanto a China são famosos por suas heranças culturais profundas e ativas. Os povos dos dois países têm uma longa história de compartilhamento e troca de amizade e seus respectivos tesouros culturais um com o outro. Além disso, é bastante apropriado o uso da cultura como tema para celebrar o 40º aniversário dos laços diplomáticos entre Portugal e China.”

O curador do Museu do Palácio, Shan Jixiang, foi à cerimônia de abertura do Festival Cultural. Em seu discurso caloroso, ele exaltou a longa amizade e o aprofundamento das trocas culturais entre a China e Portugal. Ele ainda lembrou que no dia 4 de dezembro de 2018 os presidentes dos dois países visitaram a exibição “Dongfeng Xiyun – Exibição da Cidade Proibida e da Rota Marítima da Seda” no Palácio Nacional da Ajuda, em Portugal.

Ele também disse que está com altas expectativas para a amplas perspectivas de cooperação entre a China e Portugal. Ao mesmo tempo, ele anunciou que em junho desse ano o Museu do Palácio receberá exposições requintadas do Museu Nacional da Pintura em Azulejo.

A cerimônia de abertura do “Festival Cultural de Portugal 2019” contou com um diálogo cultural entre o renomado guitarrista português Pedro Jóia e a talentosa musicista chinesa que toca huqin (erhu) Duan Chao. Cada um deles fez uma performance solo do seu repertório favorito e depois eles fizeram um dueto em três peças populares: “You and Me” (música-tema dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008); “Jasmine” (uma balada chinesa) e “Fado Lisboeta em A Menor” (uma balada portuguesa).

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.