Ferrovia Benguela feita por construtora chinesa é entregue a Angola

Com 1.344 km de extensão, a ferrovia corta o país de oeste a leste, passando por importantes cidades como Benguela, Huambo, Kuito e Luena

A Ferrovia Benguela, construída pela China Railway 20 Bureau Group Corporation (CR20), foi oficialmente entregue à Angola na última semana, na cidade portuária de Lobito. Com 1.344 km de extensão, a linha cruza a Angola desde o oeste da cidade portuária Lobito até o leste, passando por cidades importantes como Benguela, Huambo, Kuito e Luena, terminando na cidade de Luao, na fronteira da República Democrática do Congo.

Segundo Han Shuchen, gerente-geral da CR20 Angola International Company, a Ferrovia Benguela, que começou a ser construída em janeiro de 2006, foi um dos projetos mais importantes no país após a guerra civil. O investimento total na ferrovia foi de US$ 1,83 bilhão e a CR20 foi contratada para design, aquisição e construção com padrões chineses.

Mais de 25 mil vagas de trabalho foram criadas para os residentes locais durante a construção, e a companhia treinou mais de 5 mil técnicos, incluindo maquinistas, trabalhadores de montagem e técnicos de comunicação e de sinais, de acordo com Han. “Devido a desastres naturais, doenças e minas terrestres, mais de 20 empregados chineses e dois locais sacrificaram suas vidas na construção do projeto. Suas vidas foram honradas pela amizade inquebrável entre a China e Angola”, acrescentou ele.

Luis Lopes Teixeira, presidente da companhia Benguela Railway (CFB-EP), disse que a entrega oficial da ferrovia marca o início de uma nova era, com mais projetos de cooperação e novo investimento para Angola, durante seu discurso na cerimônia. Ele ainda expressou a confiança na cooperação com a CR20 no futuro, e disse esperar que a companhia tenha uma maior cooperação e apoio em tecnologia ferroviária, operação prática, manutenção da ferrovia e outros aspectos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.