Feira do Livro de Pequim tem como destaque livros infantis

Durante o evento, foi realizada uma exposição voltada para crianças que ocupava 20 mil m²

A Feira Internacional do Livro de Pequim, que aconteceu na última semana e exibiu 300 mil livros, teve como destaque os títulos infantis. Pela primeira vez na história do evento, que é uma plataforma internacional importante para os negócios de direitos autorais na China, foi realizada uma exposição de livros para crianças que ocupava 20 mil m². Empresas e editoras de diversos países como o Japão, a Coreia e a França, além da própria China, apresentaram diferentes tipos de obras, como livros ilustrados, pop-up, áudio e HQs.

O mercado de livros infantis é um mercado de grande potencial de crescimento na China, uma vez que os pais tendem a dar mais importância à leitura e à educação de seus filhos e que o país não adota mais a política do filho único. O mercado de livros a varejo no país atingiu a casa dos 80 bilhões de yuans (US$ 11,6 bilhões) em 2017, com um crescimento de 14,55% em relação ao ano anterior. Apenas os livros voltados para crianças concentraram um terço desse crescimento.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.