Feira do Livro de Pequim ressalta 70 anos da RPC

O evento, que vem ganhando espaço como uma das principais feiras internacionais do livro, tem várias exibições dedicadas ao aniversário da República Popular da China

Teve início nessa semana a 26ª Feira Internacional do Livro de Pequim, que nesta edição tem como foco o 70º aniversário da fundação da República Popular da China (RPC). O evento apresentará mais de 300 mil livros e conta com a participação de mais de 2,6 mil expositores, sendo cerca de 1,6 mil deles internacionais, vindos de 95 países e regiões. Essa é a primeira vez que Portugal e Cazaquistão participam da feira, que tem a Romênia como convidado de honra do ano.

Huang Kunming, membro do Birô Político do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e chefe do Departamento de Comunicação do Comitê Central do PCCh, disse que a indústria da publicação deve aproveitar a feira para estabelecer cooperações e intercâmbios internacionais para apresentar uma concepção verdadeira, multidimensional e panorâmica da China.

Várias das exibições são dedicadas ao 70º aniversário da RPC, trazendo livros e periódicos selecionados que mostram os êxitos desde a fundação da RPC. Inaugurada em 1986, a feira tem se tornado a principal feira internacional de livros e plataforma de negociação de direitos autorais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.