Fãs de artes marciais celebram suas raízes no Templo Shaolin na China

O Templo Shaolin, um complexo de construção de madeira no pé da Montanha Song que é conhecido como origem lendária do Kung Fu.

Desde o início do verão, o número de visitantes estrangeiros tem ocasionalmente superado o de turistas chineses no Templo Shaolin, um complexo de construção de madeira no pé da Montanha Song que é conhecido como origem lendária do Kung Fu.

Estima-se que cada ano, dezenas de milhares de amantes estrangeiros de artes marciais realizam sua peregrinação ao Templo Shaolin, a mais procurada atração da crescente legião de fãs do Kung Fu em todo o mundo, a fim de experimentar a verdadeira cultura Shaolin e afiar suas técnicas de artes marciais.

Na tarde deste sábado, mais de 120 fãs do Kung Fu provenientes de 20 países e regiões reuniram-se no sagrado salão de meditação e trouxeram diversa seleção de apresentações para celebrar suas raízes Shaolin na presença do abade Shi Yongxin.

Além de mostrar a proeza das tradicionais artes marciais através de murros, chutes, ataques com porrete e cambalhotas no palco, praticantes provenientes da África, Europa e América fazem seus melhores para integrar os elementos de suas próprias culturas ao Kung Fu Shaolin.

Shi disse que o Templo vem se esforçando para transformar a cultura Shaolin em um estilo de vida e torná-la mais integrada à vida cotidiana das pessoas através de programas de intercâmbio cultural que ligam pessoas de todo o mundo. Ele espera que a cultura Shaolin possa abrir uma porta para as pessoas compreenderem melhor a cultura chinesa.

Com seu apelo cultural único e próprio, o Templo Shaolin estabeleceu mais de 40 instituições culturais no exterior, com mais de 300 praticantes situados fora do país, que ensinam artes marciais a pessoas locais.


Fonte: Xinhua

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.