Fabricante de brinquedos Lego registra crescimento na China

País terá 220 lojas exclusivas até o final do ano

A fabricante de brinquedos dinamarquesa Lego alcançou um crescimento de dois dígitos na China em 2019. Em anúncio feito nesta quarta-feira, a empresa comunicou que entrará em 20 novas cidades chinesas e abrirá 80 novas lojas até o final de 2020.

Niels Christiansen, CEO da Lego, disse que está muito feliz com o desenvolvimento na China e satisfeito com o crescimento que a empresa alcançou no ano passado. O executivo afirmou que o novo surto de coronavírus é uma questão global e não altera o plano geral da empresa no país, apesar de apresentar incertezas no momento.

Paul Huang, vice-presidente sênior do LEGO Group e gerente geral da LEGO China, falou que a empresa se expandirá ativamente em cidades chinesas de nível mais baixo este ano. Atualmente, a fabricante de brinquedos possui 140 lojas de varejo em 35 cidades.

Christiansen informou que, mesmo com a epidemia da COVID-19, a maioria de suas lojas na China está aberta aos consumidores. A fábrica da Lego, localizada na província de Zhejiang, no leste da China, retomou as operações com a adoção de medidas de segurança e diretrizes governamentais seguidas rigorosamente.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.