Experimento chinês faz com que bichos-da-seda produzam seda de aranha

Pesquisa pode ser a base para o desenvolvimento de novos biomateriais feitos com a seda resultante desse processo

Em um experimento feito por cientistas chineses que conta com técnicas de edição genética, bichos-da-seda conseguiram fazer seda de aranha tendo uma produção superior a de tentativas feitas até então, de acordo com uma pesquisa publicada no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America. A seda de aranha é uma fibra natural extremamente forte e resistente que tem altas propriedades mecânicas, mas é muito difícil consegui-la em grande quantidade, por causa do comportamento territorial e canibal da espécie.

Os experimentos partiram do fato de a fibroína da seda ter semelhança à proteína da seda de aranha. É devido a essa equivalência que, teoricamente, os bichos-da-seda geneticamente modificados são capazes de produzir a seda de aranha. Cientistas já haviam tentado fazer a troca dos genes dos animais, mas até então os resultados não tinham sido os esperados.

O Instituto de Fisiologia e Ecologia da Planta, que é ligado à Academia Chinesa de Ciências, divulgou um sistema de substituição de gene orientado para os bichos-da-seda produzirem seda de aranha com alta eficiência. De acordo com os testes, 35% da seda que resultou dessa experiência era composta por proteínas da seda de aranha. Para efeito de comparação, os métodos anteriores não haviam conseguido mais que 3% desse tipo de seda.

Segundo os cientistas, essa pesquisa pode ser usada para que, no futuro, seja criada uma produção em grande escala de proteína da seda de aranha feita por bichos-da-seda transgênicos, o que pode promover o desenvolvimento de novos biomateriais.


Fonte: Xinhua

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.