EUA devem “permanecer abertos a uma política de coexistência” com a China, diz Kissinger

Diplomata e ex-secretário de estado norte-americano ressaltou a importância do país asiático ao longo da história

Os Estados Unidos devem “permanecer abertos a uma política de coexistência” com a China, disse o ex-secretário de Estado dos EUA e diplomata Henry Kissinger, em uma entrevista publicada pelo site Business Insider.

“A China tem sido um país importante há milhares de anos, em diferentes épocas históricas. E, portanto, a sua recuperação não deve ser surpreendente”, afirmou Kissinger, observando que continua a ser necessário que os EUA coexistam com um país da magnitude do país asiático.

“A coexistência no mundo atual da tecnologia é uma necessidade, porque é impossível visualizar uma guerra entre grandes países que possuem tecnologia de IA significativa que não destruirá a vida cultural como a conhecemos”, acrescentou.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.