EUA concedem algumas licenças de exportação para fornecedores da Huawei

Desde que a Huawei foi colocada na Lista de Entidades, em maio, empresas estadunidenses precisam de licença para vender tecnologia para a gigante chinesa

O governo dos Estados Unidos começou a emitir licenças para alguns fornecedores norte-americanos que permitem que eles retomem as exportações para a gigante chinesa de telecomunicações Huawei, de acordo com o Wall Street Journal. 

No último mês de maio, o Departamento de Comércio dos EUA colocou a Huawei em sua Lista de Entidades sob alegadas “preocupações de segurança nacional”. A venda ou transferência de tecnologia estadunidense para uma empresa ou pessoa que esteja nessa Lista de Entidades requer uma licença emitida pela Divisão da Indústria e Segurança do departamento.

Segundo a Reuters, as empresas começaram a receber do Departamento de Comércio avisos de aprovação e avios de “intenção de negar”. O secretário de Comércio do país, Wilbur Ross, disse à Fox Business Network que o departamento “tinha cerca de 290 pedidos de licenças específicas”. “Agora já começamos a enviar cartas de intenção de recusa de 20 dias de duração e algumas aprovações”.

Também nesta semana, o Departamento de Comércio anunciou estender, pela terceira vez, uma licença temporária que afrouxa as restrições sobre acordos comerciais com a Huawei por mais 90 dias. Num comunicado realizado no dia 20 de maio, a Huawei disse em comunicado que a decisão de controle de exportação dos EUA não está de acordo com interesse de ninguém e causará danos econômicos significativos às empresas estadunidenses com as quais a Huawei faz negócios.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.