Estudo aponta que vacina chinesa contra COVID-19 é segura e pode induzir resposta imunológica

Mais de 96% dos participantes da segunda fase de testes apresentaram anticorpos capazes de impedir a entrada do vírus nas células

Um estudo publicado nesta segunda-feira na revista médica The Lancet mostra que a vacina chinesa contra a COVID-19 é segura e induz resposta imunológica.

A segunda fase de testes aconteceu durante o mês de abril e teve participação de 508 voluntários de Wuhan, na China. Os resultados indicam que a vacina induziu resposta de anticorpos capazes de impedir a entrada do coronavírus nas células em 96,5% dos participantes.

“O resultado adiciona mais evidências sobre a segurança e a imunogenicidade. Este é um passo importante na avaliação desta vacina experimental e os ensaios clínicos de fase 3 estão em andamento”, afirmou o professor Zhu Fengcai, do Centro Provincial de Controle e Prevenção de Doenças de Jiangsu.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.