Estátua do Buda de Renshou é fechada para manutenção

Essa é a primeira vez que a estátua, que é a maior do busto do Buda de toda a China, é fechada desde a sua construção, há 1.300 anos

O Buda de Renshou, que é a maior estátua do Buda que molda apenas a metade superior da divindade de toda a China, foi fechado para manutenção pela primeira vez desde a sua construção, há mais de 1.300 anos. Com 15,85 m de comprimento e 11 m de largura, a estátua permanecerá completamente fechada para proteção entre os meses de março e julho, segundo Yang Yu, diretor do instituto de preservação do patrimônio cultural da cidade de Meishan, na província de Sichuan, onde fica localizada a construção.

A estátua, que foi construída em 707, sofreu grande desgaste durante os seus anos de exposição, por isso, os especialistas pretendem reforçar a sua estrutura, realizar a prevenção contra a deterioração biológica e controlar a proteção ambiental, pelo que disse Yang.

Também conhecida como Buda de Niujiaoshai, a estátua foi considerada um protótipo do Grande Buda de Lechan, a maior estátua do Buda em pedra, que tem 71 m de comprimento. Yang apontou que as principais razões para essa suposição estão no fato de elas estarem situadas a uma distância de apenas 60 km e compartilharem a mesma estrutura e aparência. Localizado nas montanhas a uma altitude de 760 m, o Buda de Renshou foi descoberto em 1982 e é listado como uma unidade de conservação da relíquia cultural desde 2006.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.