Estação espacial chinesa deverá receber experimentos em grande escala

Os planos do Escritório de Engenharia Espacial Tripulada da China são de iniciar experimentos assim que a estação for finalizada, em 2022

Experimentos de grande escala sobre projetos de aplicação espacial já estão sendo planejados pela China assim que sua estação espacial estiver finalizada, de acordo com Lin Xiqiang, vice-diretor do Escritório de Engenharia Espacial Tripulada da China. A expectativa é de que a estação espacial tripulada do país seja completada em 2022 e que ela fique em órbita por mais 10 anos.

Lin afirmou que depois da conclusão da estação espacial, o foco principal do projeto será os experimentos e as suas aplicações espaciais. Ele ainda ressaltou que a estação poderá apoiar tais aplicações tanto de dentro, quanto de fora da cabine e que a carga pode ser ajustada mesmo quando já estiver em órbita. “Acredito que os experimentos em grande escala produzirão mais resultados com influência internacional e valor de aplicação”, acrescentou.

Lyu Congmin, vice-chefe de projeto do sistema de aplicação da estação espacial, afirmou que ela será uma plataforma em que acontecerão mais experimentos e que a ciência espacial de fronteira será aplicada. “Planejamos mais de 13 laboratórios e plataformas experimentais na estação espacial. Um grande telescópio óptico será enviado à mesma órbita. Realizaremos mais de 30 projetos de pesquisa em oito áreas, incluindo a astronomia espacial, ciências e biotecnologia da vida espacial, física fundamental de microgravidade e materiais espaciais”, disse Lyu.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.