Especialistas acreditam que pacientes assintomáticos da COVID-19 não causem grande transmissão

“Enquanto as pessoas lavarem as mãos, usarem máscaras e respeitarem o distanciamento social, a China pode coordenar o controle epidêmico”, afirma porta-voz

O Ministério da Ciência e Tecnologia chinês afirmou nesta sexta-feira que a maioria dos especialistas do país acha que, sob medidas rígidas de contenção, os portadores de vírus assintomáticos dificilmente causarão transmissão em larga escala do novo coronavírus.

“Enquanto as pessoas seguirem as recomendações como lavar as mãos, usar máscaras e respeitar o distanciamento social, a China pode coordenar o controle epidêmico e a retomada do trabalho, bem como da produção”, disse Bao Xianhua, funcionário da pasta.

“Até agora, não foi registrado nenhum caso de infecção por pacientes que testam positivo novamente após a alta. E a maioria dos especialistas acha que, sob medidas rigorosas de contenção, é improvável que os portadores assintomáticos causem transmissão em larga escala do vírus”, observou Bao.

“É algo a ser levado a sério, mas também não há necessidade de exagerar ou entrar em pânico”, acrescentou o funcionário.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.