Escolas chinesas nomearão vice-diretores para combater o bullying

Diretriz do Ministério da Educação será válida para instituições primárias e secundárias

As escolas primárias e secundárias na China nomearão vice-diretores que estarão encarregados de assuntos relacionados a uma melhor proteção aos alunos e combater a delinquência juvenil e o bullying.

As medidas relevantes que entrarão em vigor em 1º de maio exigem que pelo menos um vice-diretor responsável por esse trabalho seja nomeado em cada escola, informou o Ministério da Educação nesta quinta-feira.

Os vice-diretores ajudarão nos esforços das escolas para salvaguardar os direitos e interesses dos alunos e prevenir a delinquência juvenil, bem como participarão da gestão da segurança e da governança baseada na lei para as escolas, de acordo com o ministério.

Eles também desempenharão um papel importante na rápida identificação, prevenção e tratamento do bullying escolar, na conscientização da lei e na formulação de protocolos escolares relevantes, disse o ministério.

As medidas priorizarão a nomeação desses educadores nas escolas das áreas remotas ou rurais, bem como escolas desfavorecidas nas cidades.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.