Epidemiologista afirma que China foi rápida em divulgar informações sobre a COVID-19

“Após isolar a primeira cepa do novo coronavírus, o país imediatamente compartilhou com a OMS”, conta especialista

O epidemiologista-chefe do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças confirmou nesta semana que o país noticiou prontamente ao mundo seus conhecimentos sobre o novo coronavírus.

“O compartilhamento de informações da China com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros países foi realizado de maneira precoce, rápida e transparente desde o início do surto”, disse Wu Zunyou.

“Em 3 de janeiro, a China informou à OMS e aos países relativos sobre o surto de pneumonia, cuja causa era desconhecida”, disse o epidemiologista. “Depois que conseguimos isolar a primeira cepa do novo coronavírus, em 7 de janeiro, imediatamente a compartilhamos”.

“Quando a sequência genômica do novo coronavírus foi conhecida, o país a submeteu à OMS e a compartilhou globalmente o mais rápido possível, com base na qual o mundo pôde produzir kits de teste”, acrescentou Wu.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.