Empresas chinesas cooperarão com Europa em energia eólica offshore

Durante a WindEurope Offshore 2019, empresas chinesas buscaram fortalecer suas parcerias com a Europa para aumentar a produção de energia eólica no mundo

As empresas chinesas estão dispostas a trabalhar com parceiros europeus no crescente mercado de energia eólica offshore, pelo que disse um fabricante chinês de cabos terrestres e submarinos que participou da conferência WindEurope Offshore 2019, que aconteceu na última semana. Essa edição do evento contou com a participação de sete empresas da China, entre elas a Ningbo Orient Wires & Cables Co. Ldt (Ningbo Orient Cable).

Zhao Yuantao, diretor de produto e engenheiro senior da empresa, disse que o objetivo da sua participação na conferência foi de aumentar a cooperação com as empresas europeias. “Temos que fazer isso, faz parte da nossa estratégia”, contou ele à Xinhua.

Como a Comissão Europeia estabeleceu uma meta para elevar a produção de energia eólica offshore para entre 230 e 450 GW até meados do século, Zhao disse que as empresas chinesas podem trabalhar com os europeus para conseguir isso. “Temos a tecnologia. Temos o equipamento. Acredito que a melhor maneira é cooperar com as empresas locais. Podemos trabalhar juntos para alcançar uma parceria ganha-ganha”, explicou ele.

Segundo um relatório divulgado durante a conferência, a cadeia de suprimentos de energia eólica offshore precisa de um crescimento contínuo e as conexões de rede precisam ser construídas. Além disso, os governos dos países relacionados precisam adotar uma abordagem correta para o planejamento do espaço marítimo. A WindEurope, antiga Associação Europeia de Energia Eólica, é uma associação sediada em Bruxelas que promove o uso desse tipo de energia na Europa.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.