Empresa elétrica chinesa fecha acordo com centro de pesquisa da Eletrobras

Spic Brasil vai destinar R$20 milhões para impulsionar projetos

A elétrica chinesa Spic assinou na última quinta-feira um acordo de parceria com o Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel), da Eletrobras, com o objetivo de desenvolver estudos que possibilitem ampliar o uso de sistemas inteligentes e renováveis.

Adriana Waltrick, CEO da Spic Brasil, afirmou que a empresa vai disponibilizar R$20 milhões para os projetos que envolvem pesquisas em energia inteligente integrada, células de combustíveis a hidrogênio e baterias para armazenamento.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, também celebrou a parceria. “Satisfação de iniciar a nova parceria com o intuito de desenvolver troca de experiências em projetos de energia”, disse.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.