Embaixada da China repreende falsas alegações de Washington sobre conflito na Ucrânia

Porta-voz reafirmou que posição chinesa é “imparcial, objetiva e irrepreensível”

Créditos: Xinhua/Lu Jinbo

A Embaixada da China nos Estados Unidos repreendeu, na terça-feira, as recentes falsas alegações do Departamento de Estado dos EUA de que autoridades e mídia chinesas “amplificam rotineiramente a propaganda, as teorias da conspiração e a desinformação do Kremlin” sobre a questão da Ucrânia.

Solicitado pela imprensa a comentar uma declaração publicada na segunda-feira no site do Departamento de Estado dos EUA, o porta-voz da embaixada disse que “a posição da China sobre a questão da Ucrânia é imparcial, objetiva e irrepreensível”.

“Quando se trata de espalhar desinformação, o lado dos EUA deve refletir seriamente sobre si mesmo”, disse o porta-voz, observando que “ao longo dos anos, os Estados Unidos travaram guerras no Iraque, Afeganistão e Síria, matando 335 mil civis. Isso não é desinformação. “

“A grande maioria dos países do mundo defende a resolução do conflito Rússia-Ucrânia por meio do diálogo e da negociação, e nenhum deles quer ver a situação aumentar ou mesmo sair do controle. Isso não é desinformação”, acrescentou o porta-voz.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.