Em Xiamen, a primeira ciclovia elevada da China

A cidade oferece relaxante experiência de viagem ecológica

“É incrível andar de bicicleta numa ciclovia elevada que passa por cima do agitado centro de Xiamen. É realmente fantástico curtir a espetacular paisagem da cidade enquanto você pedala e conversa com os amigos”, diz Song Hua, estudante de doutorado da Universidade de Xiamen, que ainda de entusiasma o lembrar da sua primeira experiência nessa pioneira ciclovia elevada da China, em Xiamen.

Transporte ecológico

A pista elevada para bicicletas a que se refere Song Hua fica no centro da ilha de Xiamen. Trata-se da ciclovia elevada mais extensa do mundo, com 7,6 km. Sua construção teve início em agosto de 2016 e levou apenas cinco meses. Entrou em funcionamento em janeiro do ano passado.

A ilha de Xiamen constitui a área central da cidade de mesmo nome, e abriga numerosos centros empresariais de grande porte, áreas comerciais e núcleos residenciais. Apesar de seu tamanho relativamente pequeno, tem alta densidade populacional e tráfego intenso. Com seu rápido desenvolvimento urbano, a ilha também enfrenta diversos problemas urbanos, entre eles o rápido aumento do número de veículos motorizados, que sobrecarregou a rede viária da ilha. Para aliviar a situação do trânsito, Xiamen utilizou criativamente os espaços de diversos níveis. O sistema de Trânsito Rápido de Ônibus (BRT, na sigla em inglês) dentro da ilha é constituído por uma rede de viadutos que entrou em funcionamento em setembro de 2008 como primeiro sistema elevado de BRT do país. A ciclovia foi construída ao longo da rota do BRT a cinco metros do chão e por baixo da rede de BRT de nove metros de altura. Começa na estação de Hongwen e termina na de Xianhou.

Segundo Rao Jianhui, gerente do projeto de construção da ciclovia, nos primeiros dias do planejamento do projeto havia várias opções para o percurso, mas finalmente decidiram construir a pista ao longo da rede BRT, tendo em conta que a estrutura dos viadutos do sistema facilitaria a construção da rota ciclística, e que a rede BRT atravessa muitos centros comerciais e áreas residenciais com uma população densa, e com isso a ciclovia poderia oferecer comodidade a mais pessoas.

Localização bem projetada

Ao relembrar sua primeira experiência com a pista de bicicletas elevada, Song Hua diz que o que mais o impressionou foi a área de descanso. “Você não precisa pedalar o tempo todo até o fim. Quando você se sente cansado ou quer parar e apreciar um pouco a paisagem, encontra facilmente uma zona de descanso na ciclovia. ”

“Há muitas seções para os giros em U, para descanso e desaceleração. Se você passa da saída, pode encontra facilmente um local para fazer o retorno”, destaca Wei Jianlong, empregado do centro municipal de administração da pista elevada para bicicletas.

Segundo Wei, a ciclovia elevada tem 11 entradas e igual número de saídas, cruza três pontes de pedestres e conecta-se às estações BRT e paradas de ônibus ao longo do percurso. Depois que for concluída a linha de metrô local, a ciclovia irá conectar-se a duas estações dela. Além disso, há sete plataformas para estacionamento de bicicletas, equipadas com elevadores. A ciclovia passa por três parques industriais, cinco grandes áreas residenciais, três grandes centros comerciais e alguns departamentos de serviços públicos, entre eles o centro de serviços municipais.

“Nossa primeira viagem de bicicleta na ciclovia foi em parte por curiosidade, e também porque tínhamos o plano de jantar num restaurante de um centro próximo à pista. Foi muito prático. Depois de sair da pista, bastaram alguns minutos para chegar ao restaurante”, declara Song Hua à China Hoje.

Depois que a ciclovia elevada entrou em operação, a quantidade média diária de passageiros de bicicleta foi mantida em torno dos 5 mil. Wu Yuanquan, residente local, lembra que costumava dirigir até o trabalho e que de vez em quando pegava o ônibus BRT, mas agora a bicicleta virou a sua escolha favorita. “Antes dirigia até o trabalho, mas era comum ter de enfrentar muito trânsito. De vez em quando, pegava o ônibus BRT. O triste era que o ônibus BRT vinha lotado demais nas horas de pico. Agora estou muito satisfeito em ver essa ciclovia elevada. Não só economizo tempo de viagem, mas também posso fazer um pouco de exercício físico”, conclui Wu Yuanquan.

Um atraente corredor verde

Depois que foi concluída, muitos residentes que não moram nas comunidades próximas também fizeram visitas especiais à ciclovia, o que a transformou também em atração turística. “Muitos dos meus colegas de classe vêm experimentar a ciclovia elevada. Todos ficam muito impressionados. Sabem que se trata da primeira da China, o que torna a experiência ainda mais emocionante. A primeira vez que pedalamos lá em cima foi numa tarde de maio. Foi uma viagem muito confortável e agradável, e soprava uma brisa amena roçando a pele. É um viaduto sinuoso e tem uma aparência espetacular, graças ao seu design original”, declara Song Hua.

Entre as bonitas vistas ao longo do percurso ciclístico há não só deslumbrantes centros comerciais, mas também parques encantadores, com vegetação exuberante e lagos de águas cristalinas. Muitos ciclistas comentaram que a paisagem impressionante, junto com o ar fresco de Xiamen, promove nelas um estado de relaxamento e alegria.

“Durante a Festa da Primavera, o fluxo de bicicletas chegou perto da capacidade máxima quase todos os dias, de 9 da manhã até 4 da tarde. Portanto, tivemos de adotar algumas medidas para restringir o acesso e garantir um fluxo sem obstruções”, explica Wei Jianlong. A capacidade máxima do tráfego da ciclovia está projetada para 2 mil bicicletas por hora em cada uma das mãos de direção, com uma velocidade máxima de 25 km/h.

A pista para bicicletas está pavimentada na cor verde, com algumas zonas de desaceleração de cor laranja e zonas de espera de cor azul, entremeadas ao longo do caminho. Segundo Wei Jianlong, a ciclovia está equipada com uma câmera a cada 200 m, o que permite ao centro de monitoramento observar a situação nas pistas em tempo real. Além disso, para garantir sua operação segura e ordenada, a pista elevada para bicicletas tem pelo menos um membro do pessoal de gerenciamento em cada entrada ou saída, e conta também com dois ou três guardas nas interseções principais.

A pista elevada é exclusiva para bicicletas, e é proibido o acesso a veículos elétricos e motorizados, assim como a pedestres. “Em cada uma das entradas e saídas está instalado um sistema de controle de entrada. Com suas imagens estéreo e escaneamento inteligente, o sistema pode detectar qualquer veículo não qualificado e bloquear sua entrada. Com suas imagens estéreo e escaneamento inteligente, o sistema pode detectar qualquer veículo não qualificado e bloquear sua entrada, ao mesmo tempo em que envia um alarme para o centro de monitoramento”, esclarece Wei Jianlong. Graças à sua gestão moderna e eficiente e ao monitoramento dinâmico, até o momento a ciclovia elevada não registrou nenhum acidente.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.