Egito recebe matéria-prima para produzir vacina Sinovac de Covid-19

País pretende iniciar a produção local de doses do imunizante em junho

O Egito recebeu o primeiro lote de matéria-prima para fabricar a vacina da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech contra a Covid-19, informou a embaixada chinesa no domingo.

Junto com as matérias-primas, uma nova remessa de vacinas da Sinopharm também chegou ao Aeroporto Internacional do Cairo na sexta-feira, de acordo com um comunicado.

A ministra da Saúde egípcia, Hala Zayed, disse que o Egito começará a produzir localmente a vacina da Sinovac em junho. Os primeiros 2 milhões de doses serão produzidos nas fábricas da Companhia Egípcia para Produtos Biológicos e Vacinas (VACSERA).

O produto final será distribuído para centros médicos em todo o Egito dois meses após ser avaliado pela Autoridade de Medicamentos Egípcia, disse Zayed em uma entrevista coletiva no aeroporto.

“A VACSERA produzirá mais de 5 milhões de doses da vacina Sinovac em dois meses e 40 milhões de doses em um ano”, ela acrescentou.

Zayed saudou a chegada de uma nova remessa de Sinopharm e matéria-prima da vacina de Sinovac como o início de “um novo capítulo nas relações bilaterais” e a melhor forma de comemorar o 65º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.