Dois pandas gigantes chineses vão para a Dinamarca para projeto de pesquisa

O programa colaborativo entre os dois países prevê que os pandas passem 15 anos no zoológico de Copenhague

Dois pandas gigantes foram enviados para Copenhague, capital da Dinamarca, para um projeto colaborativo de pesquisa, segundo fontes de uma base de reprodução localizada na cidade de Chengdu. Xing Er, um panda macho de 5 anos, e Mao Er, uma fêmea de 4 anos, receberam uma cerimônia de despedida no dia anterior à sua viagem para o zoológico de Copenhague.

Segundo o acordo firmado entre a Associação Chinesa de Jardins Zoológicos e o zoo da capital dinamarquesa, os animais permanecerão em Copenhague por 15 anos. Os dois países deram sinal verde para o programa durante a visita de Estado da rainha Margrethe II a Pequim, em 2014. Desde novembro de 2015, o zoológico rural nórdico enviou veterinários, cuidadores e nutricionistas à base de Chengdu. Para oferecer melhores cuidados aos ursos, os dinamarqueses também aprenderão o idioma chinês.

Zhang Zhihe, diretor da instalação chinesa, afirmou que a base estabeleceu, até agora, programas conjuntos de pesquisa com pandas gigantes com 16 países e regiões.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.