Diplomatas africanos esperam laços econômicos mais estreitos com China

Diálogo aconteceu durante visita à zona piloto do Programa de Cooperação Econômica e Comercial Profunda

Diplomatas africanos visitam fábrica da Sunward Intelligent Equipment Co., Ltd. em Changsha, Província de Hunan, centro da China, em 29 de julho de 2022. (Xinhua)

Créditos: Xinhua

Vinte e nove diplomatas de 15 países africanos visitaram a zona piloto do Programa de Cooperação Econômica e Comercial Profunda China-África na Província de Hunan, no centro da China, de 27 a 29 de julho. Eles expressaram confiança na economia chinesa e disseram esperar laços econômicos e comerciais mais estreitos.

Apesar dos ressurgimentos pontuais da COVID-19 e da situação internacional complexa e volátil, os diplomatas avaliaram que a economia chinesa é resiliente e o mercado chinês está cheio de oportunidades. Eles expressaram esperança de fortalecer a cooperação com a China em setores como agricultura, economia digital e saúde.

De acordo com o embaixador da Tanzânia na China, Mbelwa Kairuki, o forte mercado chinês de 1,4 bilhão de pessoas oferece muitas oportunidades para todos os países africanos.

“A cooperação comercial e econômica China-África tem crescido nos últimos 20 anos”, disse Kairuki, que está convencido de que haverá mais oportunidades para a Tanzânia exportar produtos para a China, especialmente produtos de alto valor agregado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.