Diplomata chinês nos EUA diz que a cooperação é a única saída para os dois países

O cônsul-geral da China em Houston, Li Qiangmin, ressaltou que um conflito seria apenas prejudicial para os dois lados

O cônsul-geral da China em Houston, Li Qiangmin, afirmou que a cooperação é a única escolha correta para a China e os Estados Unidos e que um conflito apenas prejudicaria ambos os lados. Tais observações foram feitas no discurso que o cônsul-geral realizou na abertura da Cúpula 2019 China-Sul dos EUA, que foi co-sediada pela Associação de Ex-alunos de Tsinghua em Houston e pela Associação de Ex-alunos da Universidade de Pequim em Houston.

Dada a diferença dos dois países nas suas fases de desenvolvimento e sistemas econômicos, é inevitável que os dois lados experimentem diferenças e fricções em sua cooperação comercial, disse Li. “Por meio de uma atitude racional e cooperativa, os dois países conseguiram solucionar conflitos anteriores, reduzir as diferenças e amadurecer a relação comercial bilateral através do diálogo e consulta”.

A reunião, que foi dedicada à celebração do 70º aniversário da fundação da República Popular da China e do 40º aniversário das relações diplomáticas China-EUA, atraiu cerca de 200 estudiosos, representantes comerciais e ex-alunos da Universidade Tsinghua e da Universidade de Pequim para discutirem sobre educação, energia, serviços de saúde e investimento entre os outros assuntos.

Dong Wang, presidente da Associação de Ex-alunos de Tsinghua em Houston, disse que os ex-alunos das duas universidades estão comprometidos com os intercâmbios e cooperação China-EUA e têm dado contribuições para as relações entre os dois países.

Wendy Zhao, presidente da Associação de Ex-alunos da Universidade de Pequim em Houston, disse que não importa as transformações de retórica política, a tendência de colaboração e comunicação internacionais não pode ser interrompidas. “Nós acreditamos que as tensões são apenas temporárias. Como parte da comunidade internacional, nós jamais pouparemos esforços para promover entendimentos e comunicações entre ambos os lados”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.