Dezesseis aviões fretados trazem de volta cidadãos chineses que estavam em outros países

Mais de 2.700 chineses saíram de lugares afetados pelo coronavírus, como Estados Unidos, Itália e Espanha

Autoridades de aviação civil da China anunciaram que 16 aviões fretados foram enviados para trazer de volta 2.744 chineses que estavam em países afetados pelo coronavírus. As aeronaves voaram para Irã, Itália, Grã-Bretanha, Estados Unidos e Espanha de 4 de março a 12 de abril e trouxeram os chineses para casa.

O número diário de passageiros que chegam pelos aeroportos em toda a China se estabilizou entre 2 mil e 3 mil nos últimos 16 dias, pois não havia mais de 20 voos de entrada por dia neste período.

O país adotou medidas para se proteger contra infecções importadas, reduzindo o número de voos internacionais e exigindo que todos os voos de fora com destino a Pequim sejam desviados primeiro para outros aeroportos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.