Decisão chinesa de ser neutra em carbono é elogiada internacionalmente

Para diplomata britânico, compromisso poderia “ajudar o mundo a evitar uma catástrofe climática”

A promessa da China de ser neutra em carbono até 2060 recebeu elogios internacionais. Na última semana, o enviado britânico para a conferência climática da Organização das Nações Unidas afirmou que a decisão poderia “ajudar o mundo a evitar uma catástrofe climática”.

“É uma coisa muito importante que a China tenha assumido esse compromisso, pois não há como o mundo ser capaz de cumprir as metas de Paris de manter o aumento da temperatura a não mais do que 2ºC (graus Celsius) se a China não tivesse feito esse tipo de compromisso”, afirmou John Murton, diplomata britânico.

Murton também apontou que a promessa chinesa é positiva, pois poderia persuadir outras nações a fazer metas semelhantes. “O compromisso diz a outros grandes emissores que esse tipo de reduções são possíveis”, afirmou.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.