COVID-19 coloca a cooperação internacional em saúde à prova

Para o doutor francês Didier Houssin, a pandemia catalisou tensões internacionais, em particular entre a China e os Estados Unidos

O presidente do Comitê de Emergência do Regulamento Sanitário Internacional sobre o novo coronavírus, Didier Houssin, publicou um artigo na última edição da revista Politique étrangère.

Em seu texto, intitulado “COVID-19 coloca a cooperação internacional em saúde à prova”, o professor e doutor analisa as tensões internacionais catalisadas pela pandemia, em particular entre a China e os Estados Unidos.

O artigo afirma que “o presidente dos Estados Unidos criticou fortemente a Organização Mundial da Saúde, alegando que ela estava trabalhando no interesse de Pequim e era ineficiente. Mesmo assim, essa organização agiu rapidamente e promoveu a cooperação internacional em saúde. Também tomou medidas para a produção de uma vacina, que poderia ser considerada um bem público global”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.