CoronaVac reduz 95% das mortes por Covid-19 entre adultos uruguaios, diz estudo

Hospitalização caiu em 94,4% entre população menor de 49 anos

A taxa de mortalidade de Covid-19 entre uruguaios de 18 a 69 anos que foram vacinados com o imunizante da Sinovac caiu mais de 95%, de acordo com o último relatório de eficácia do Ministério da Saúde Pública.

Duas semanas depois de receber a segunda dose da CoronaVac, a mortalidade caiu 95,3% entre a população vacinada de 18 a 49 anos, e 95,2% entre aqueles com idade entre 50 e 69, mostrou o relatório divulgado terça-feira.

Enquanto isso, a CoronaVac reduziu a hospitalização em unidades de terapia intensiva em 94,4% entre aqueles com menos de 49 anos e em 92,2% entre as pessoas de 50 a 69 anos.

O estudo do ministério, realizado por uma equipe interdisciplinar, monitora a “eficácia e segurança da vacina para SARS-CoV-2”.

Até agora, cerca de 30% da população uruguaia recebeu ambas as doses da vacina contra o coronavírus e 56% recebeu a primeira dose das vacinas Sinovac, Pfizer e AstraZeneca.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.