CoronaVac é 78% eficaz, diz governo de São Paulo

Vacina teve eficácia de 100% para casos graves e moderados

O estado de São Paulo anunciou nesta quinta-feira que a CoronaVac, vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, é 100% eficaz em casos graves e moderados. Para casos leves e de atendimento laboratorial, o fármaco tem eficácia de 78%. Isso significa que, se uma pessoa que recebeu o imunizante for infectada com o coronavírus, ela só desenvolverá um caso leve da doença.

O governo também comunicou que o Instituto Butantan, produtor da CoronaVac no Brasil, pediu o registro da vacina à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial na manhã desta quinta-feira. Agora, a agência tem dez dias para aprovar ou não o imunizante.

Dimas Covas, diretor do instituto, afirmou que a reunião com a Anvisa foi positiva e que foi marcada outra discussão para o final desta tarde.

“O objetivo é iniciar a vacinação em São Paulo no dia 25 de janeiro, conforme programado”, disse o governador João Doria em coletiva de imprensa. Acrescentando que o estado espera fornecer a CoronaVac para todo o Brasil através do Ministério da Saúde.

Os números de eficácia do fármaco são resultado da terceira fase dos testes clínicos feita com cerca de 13 mil profissionais da saúde no Brasil, sob organização do Instituto Butantan.

O estado de São Paulo já possui 10,8 milhões de doses prontas, quantidade suficiente para imunizar o grupo prioritário. Mais 35 milhões de unidades chegarão ao Brasil até a primeira quinzena de fevereiro.

Além disso, com os insumos, o Butantan tem capacidade para produzir um milhão de doses por dia.

Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.