Conferência entre China e países de língua portuguesa visa luta contra pandemia

Fórum foi realizado na Região Administrativa Especial de Macau e também discutiu o desenvolvimento comum

Créditos: Xinhua/Cheong Kam Ka

Uma conferência especial do Fórum para a Cooperação Econômica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, também conhecido como Fórum de Macau, foi realizada na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) da China com foco no combate à epidemia e no desenvolvimento comum, no domingo.

Delegados governamentais da China e oito países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste) participaram da reunião online.

Importantes oficiais governamentais em Macau, como Ho Hau Wah, vice-presidente do Comitê Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Ho Iat Seng, chefe do Executivo da RAEM, e Fu Ziying, diretor do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, participaram da cerimônia de abertura.

Fundado em Macau em 2003, o fórum é destinado a reforçar as trocas econômicas e comerciais entre a China e os países de língua portuguesa, elevando o papel da região como plataforma econômica e comercial que liga os dois lados e promovendo o desenvolvimento comum da parte continental da China, dos países lusófonos e da RAEM.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.