Com coronavírus, produção industrial da China cai 13,5%

Departamento Nacional de Estatística chinês afirma que “economia resistiu aos choques da epidemia”

Com a interrupção de atividades fabris e das cadeias de suprimentos resultante do surto do novo coronavírus, a produção industrial de valor agregado da China caiu 13,55% em termos anuais nos primeiros dois meses de 2020.

Os dados, divulgados ontem pelo Departamento Nacional de Estatísticas (DNE), também mostram que a produção da indústria de manufatura diminuiu 15,7%, enquanto que a produção e o abastecimento de eletricidade, energia térmica, gás e água tiveram uma queda anual de 7,1%. O setor de mineração teve um declínio de 6,5% na produção.

Em um comunicado, o Departamento avaliou que embora a epidemia tenha incorrido em choques relativamente grandes nas atividades econômicas, os impactos são largamente “de curto prazo, externos e controláveis”.

“A economia resistiu aos choques da epidemia”, afirmou o DNE.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.