Cochilos diurnos frequentes podem aumentar risco de hipertensão e AVC

Estudo foi realizado com 500 mil voluntários britânicos com idades entre 40 e 69 ano

Créditos: Xinhua/Chen Sihan

Pesquisadores chineses descobriram que cochilos frequentes durante o dia seriam um potencial fator de risco para hipertensão essencial ou acidente vascular cerebral isquêmico.

Para pessoas de meia-idade e idosos em todo o mundo, a hipertensão é uma das principais causas de morte desencadeada por doenças cardiovasculares, e o acidente vascular cerebral é uma das principais causas de incapacidade. Os primeiros estudos descobriram que a pressão arterial das pessoas aumenta depois de tirar uma soneca.

O UK Biobank, um banco de dados biomédico de larga escala, coletou informações sobre genética, estilo de vida e condições de saúde de mais de 500 mil voluntários britânicos com idades entre 40 e 69 anos, de acordo com o estudo publicado na revista Hypertension.

A equipe de pesquisa do Hospital Xiangya subordinado à Universidade Central South conduziu uma análise de regressão de Cox (ou regressão de riscos proporcionais de Cox) para 358.451 participantes livres de hipertensão ou acidente vascular cerebral do banco de dados.

Eles conduziram estudos relevantes por meio de randomização mendeliana e descobriram que as pessoas com cochilos frequentes tinham riscos 12% e 24% maiores de hipertensão e acidente vascular cerebral isquêmico, respectivamente, em comparação com aqueles que nunca cochilavam, indicando uma correlação positiva entre a frequência de cochilos diurnos e a incidência de hipertensão essencial ou acidente vascular cerebral.

Wang E, chefe da pesquisa, disse que, embora destinado a pessoas de meia-idade e idosos na Europa, este estudo é baseado em um grande banco de dados de estudos clínicos e por isso é geralmente representativo. Ele acrescentou que o mecanismo interno da associação entre cochilo e hipertensão, acidente vascular cerebral e outras doenças ainda não está claro e precisa ser mais estudado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.