Cientistas projetam material capaz de coletar energia solar 24 horas por dia

Tecnologia poderá ser usada na conservação de energia em edifícios e no fornecimento de energia no espaço sideral

Créditos: Xinhua/Zhang Du

Um novo tipo de material que pode absorver o calor do sol durante o dia e emitir energia para o espaço sideral para obter resfriamento à noite foi desenvolvido pela Universidade de Ciência e Tecnologia da China.

A base do material de revestimento é a película de dióxido de vanádio (VO2) e sua mudança do modo de aquecimento para o modo de resfriamento ao longo de um ciclo dia-noite de 24 horas não cria custos extras de energia, de acordo com Pei Gang e Zou Chongwen, cientista líder do projeto da universidade.

Com propriedades de autoadaptabilidade, a película VO2 está em fase metálica e pode ser aquecido a 170 graus Celsius acima da temperatura ambiente sob a luz do sol, enquanto no escuro, a película VO2 se transforma em um isolante e pode ser resfriado a 20 graus Celsius abaixo da temperatura ambiente.

O estudo representa uma nova abordagem para a energia renovável da luz solar e do espaço sideral e é de interesse emergente, de acordo com sua revisão por pares. O material pode ser aplicado em áreas como conservação de energia em edifícios, refrigeração de sistemas fotovoltaicos, termelétricas e fornecimento de energia no espaço sideral, de acordo com Pei.

O problema para o uso do material é o alto custo, porém, materiais substitutos com técnicas semelhantes, mas de menor eficiência, aproximam-se da produção em massa, disse Pei. Os resultados foram publicados online no Proceedings of the National Academy of Sciences.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.