Cientistas chineses recebem Prêmio Newcomb Cleveland 2018

Essa é a primeira vez que uma equipe chinesa recebe o prêmio, sendo que sua pesquisa tem como tema a comunicação quântica

Uma pesquisa sobre comunicação quântica, realizada por 34 cientistas chineses da Universidade de Ciência e Tecnologia da China, irá receber o Prêmio Newcomb Cleveland 2018 por estabelecer uma base para as redes de comunicação ultra segura no futuro, anunciou a Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS). A equipe de físicos, liderada por Pan Jianwei, será a primeira equipe chinesa a conquistar tal feito com sua pesquisa. O  prêmio será entregue no dia 14 de fevereiro.

Pan e seus colegas usaram o satélite “Experimentos Quânticos em Escala Espacial (QUESS, na sigla em inglês)” para enviar pares de fótons entrelaçados via espaço de quase vácuo, medindo as chaves quânticas na estação de recepção à distância de mais de 1,2 mil km. Os cientistas descobriram que quando duas partículas são separadas, uma delas pode afetar de alguma forma o movimento da outra imediatamente, mesmo que a distância entre elas for grande. Isso é o que Albert Einstein descreveu como “ação fantasmagórica à distância”.

Se pesquisadores conseguirem manter tal entrelaçamento a longas distâncias, eles podem criar um sistema de criptografia de mensagens “à prova de hacker”, de acordo com o estudo de Pan, publicado na revista Science em junho de 2017. “Em princípio, os métodos com base no fenômeno do entrelaçamento quântico representam soluções para o problema de comunicação perfeitamente segura”, afirmou Jeremy Berg, editor-chefe da Science e presidente do Comitê de Seleção do Prêmio Newcomb Cleveland.

O Prêmio Newcomb Cleveland, o mais antigo da AAAS, presta homenagem à dissertação de pesquisa mais influente da Science desde 1923.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.