Cientistas chineses desenvolvem novo computador quântico com 113 fótons detectados

Resultados foram publicados na versão online da revista Physical Review Letters

Cientistas chineses desenvolveram um protótipo de computador quântico chamado “Jiuzhang 2.0” com 113 fótons detectados, alcançando grandes avanços no aceleramento quântico computacional.

No estudo, a amostragem de bóson gaussiano (GBS), um algoritmo clássico de simulação, foi usada para fornecer uma forma altamente eficiente de demonstrar a velocidade quântica computacional na resolução de algumas tarefas bem definidas.

Com 113 fótons detectados, o “Jiuzhang 2.0” pode implementar a GBS em larga escala com setilhão vezes mais rápido do que o atual supercomputador mais rápido do mundo.

A pesquisa, liderada pelo renomado físico quântico chinês, Pan Jianwei, foi publicada na versão online da revista Physical Review Letters, na segunda-feira.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.